30 novembro 2015

Muranos da Cristais Ca d’oro.

Fogo e areia aliados à técnica do artesão fazem parte do processo de produção de uma das peças mais valorizadas e desejadas na decoração: os vidros e cristais de MURANO. Esse nome vem da Ilha italiana, situada nos arredores de Veneza, onde a técnica de moldar o vidro com sopro surgiu entre o século XII e XIII e foi repassada pelos familiares que mantêm a tradição até hoje.

Ilha de Murano - Itália

Hoje não precisamos ir à Itália para adquirir essas peças tão cobiçadas, temos aqui no Brasil, mais exatamente na cidade de Poços de Caldas em Minas Gerais a “Cristais Cá d’Oro”, uma fábrica de Muranos comandada pela família Seguso, uma das mais antigas e famosas famílias de mestres vidreiros da Ilha de Murano. Para vocês terem uma ideia eles estão neste ofício desde 1292, UAU! 


Palácio Ca d´oro em Veneza.
A Família Seguso chegou no Brasil em 1954 através de Mario Seguso, que foi convidado para executar peças especiais em comemoração aos 400 anos da cidade de São Paulo. Encantado pelo país,escolheu Poços de Caldas para se estabelecer e exercer a sua arte.

Então, em fevereiro de 1965 é inaugurada a Cristais Cá d’Oro em homenagem ao palácio homônimo de Veneza, que significa Casa de Ouro. 


Loja da Fábrica da Cristais Cá d’Oro

Desde o início, a produção da Cá d’Oro foi orientada para a execução de peças com a determinação de um desenho original apurado, que começasse a definir o vidro brasileiro, deixando de lado as influências de Murano ou qualquer outra que fosse, produzindo peças destinadas a um público diferenciado, exigente e que soubesse valorizar o vidro artístico.

Uma característica da Cá d’Oro a ser para sempre mantida é o trabalho totalmente manual e artesanal de acordo com as técnicas dos antigos vidreiros do Egito e Fenícia nos primórdios da história do vidro.
Artesão Moldando uma peça

Com o passar dos anos, Mario Seguso transferiu a direção dos seus negócios a seu filho Adriano Seguso, que impulsionou a fábrica na sua produção, distribuição e desenhos de novas peças, imprimindo um novo posicionamento no mercado, consolidando a marca, conceituada pelas suas características únicas de tradição, modernidade, design e excelência artística, mas sempre seguindo a tradição secular da família Seguso.


A Loja da Fábrica em Poços de Caldas é uma das principais atrações turísticas de Poços de Caldas.Onde, através de uma grande vitrine é possível acompanhar o trabalho dos artesãos em um espetáculo imperdível.




Família Seguso

Atualmente, a Cristais Cá d’Oro conta com a terceira geração da família Seguso com a colaboração preciosa de Rodrigo e Guilherme (Netos de Mário Seguso). Desta maneira a tradição desta família vidreira perpetuando-se também no Brasil, com a mesma seriedade e dedicação de seus antepassados.

Referência da Arte em Vidro do Brasil, a Cristais Cá d’Oro tem sido visto como um artesanato respeitado, divulgando através da arte o nome de Poços de Caldas.







O frisson dos colecionadores, amantes de design e décor pelos objetos de Murano pode ser justificado por alguns motivos: a produção é artesanal, com peças únicas, poucas unidades, com formas, cores e tamanhos variados que se adaptam a diversos estilos, já que a transparência do vidro contribui na composição dos ambientes.






 Curiosidades: 

Veneza incentivava a produção do vidro pela sua importância em suas relações comerciais com o oriente. Para melhor controlar esta atividade transfere para a ilha de Murano, as 45 famílias vidreiras, inscritas no Livro de Ouro de Murano, que passaram a ter regalias da nobreza, conforto e inclusive o direito de cunhar suas próprias moedas de ouro e prata. Entre estas encontramos a família Seguso, que até hoje, ininterruptamente, continua relacionada ao mundo do vidro.

Murano, com aproximadamente 5.500 habitantes, fica a 1 km de Veneza e é um arquipélago de sete ilhas menores, das quais duas são artificiais (SaccaSerenella e Sacca San Mattia). As ilhas são unidas entre si por pontes. Em 1291, todos os cristaleiros de Veneza foram obrigados a mudar-se a Murano devido ao risco de incêndio e a ilha chegou a ser a maior produtora de cristal da Europa.

A história da família Seguso se confunde com a história das famílias vidreiras de Veneza que se confunde com a história do vidro.



Ficou curioso para conhecer mais sobre a
 Cristais Ca d´oro?

A fábrica é aberta à visitação de segunda a sábado, das 8h às 17h. Onde você pode conferir o trabalho dos artesãos na produção do vidro, os visitantes encontram uma loja com toda a linha de peças.


Além disso, vocês encontram a linha completa e podem fazer suas compras diretamente na Loja Virtual da Marca. Basta acessar www.cristaiscadoro.com

Postar um comentário

FACEBOOK

INSTAGRAM

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS (C) BLOG LAR DOCE CASA - DESIGN POR SUSAN SANTOS I PROGRAMAÇÃO POR HEART IDEAS.